10 maio 2016

A série de tv PENNY DREADFUL, parece ter caído tanto nas graças de quem assiste, quanto dos críticos,  e continua a abraçar o Horror Gótico mais denso. Muitas vezes a série requer paciência de quem assiste, para mostrar violência e os vários relacionamentos de seus personagens, numa trilha que junta todos esses ícones do horror. Porém, agora na 3a. temporada, parece que a série vai deixar um pouco de lado esses estilo, para dar mais ação a narrativa, e deixar menos espaço para esse pesar da vida e morte.

Mas calma, pois o estilo da série não mudou para pior, pois seus personagens principais contiuam no show, e alguns novos rostos serão vistos nessa nova temporada. Para aqueles que ainda não viram nenhum episódio, vale a pena, uma vez que, essa série é muito bem escrita, e, dentro do gênero do gótico/era vitoriana, é a melhor série nesse sentido. Para quem busca muito foco em sangue e nudez, aviso, esses temas nunca foram a base de Penny Dreadful.



Não querendo adiantar muito, é claro que nossos heróis serão novamente reunidos, e, essa temporada temos a inclusão dos atores Shazad Latif como Dr. Jekyll/Mr. Hyde e Wes Studi como guia espiritual de Mr. Malcom. Além do quê, ainda veremos Drácula perseguindo Vanessa Ives, o que dá ao show toda essa nova ação segundo o escritor John Logan. Ainda, da temporada passada, juntando-se aos novos rostos, poderemos ver que, dentro do elenco, a atriz Patti LuPone vai brilhar mais, e chamar mais a atenção que Eva Green quando contracenar com ela!

A 3a. temporada que teve início no dia 06 de Maio aqui no Brasil (estreou no dia 1o. nos EUA), deve continuar horripilante e macabra, mas sempre elegante e com um cenário e roupas impecáveis, mesmo quando o sangue é derramado, ou a violência acontece. Por hora, pode ser que a série tenha se distanciado um pouco das raízes do horror gótico, mas continua trazendo o suspense necessário para prender nossa atenção!

25 agosto 2014


Ok, como todo final de novela, é a mesma coisa com séries: não tem como agradar gregos e troianos. Ontem, True Blood levou a estaca final! Dentro do que aconteceu em True Blood, até que houve uma coerência com certos personagens, outros nem tanto. Eu não tive o prazer de ler o livro que originou a série, então não vou fazer comparação com o mesmo. Já tinha escrito aqui no GB, que True Blood teve seu auge na 3a. temporada, com o vampiro alucinado Russel fazendo um estrago em Bon Temps, e trazendo maior interesse à trama. Mas, da 4a. temporada para frente, o que se viu foi uma avalanche de personagens, e então, os episódios perderam o tom. Tramas paralelas nos núcleos dos lobos, metamorfos e fadas fizeram com que o seriado perdesse em qualidade. Uma pena, aliado ao fato de Allan Ball (diretor) ter deixado a série sob o comando de Brian Buckner. E Brian, ao contrário do que propôs, não enxugou a série, tanto é que, a 6a. e 7a. temporadas, com as estórias de Bill, Lilith, e a decepção com o que seria um grande vilão, o tal Warlock, acabaram se perdendo de novo na quantidade e não qualidade. Sookie e Alcide como par romântico, nada a ver (se bem que a Sookie virou a vadia de True Blood, sorry). Então, chegou a temporada final, e quando soube que seriam 10 episódios, pensei, bom, 10 capítulos são meio que, poucos....mas, foram apenas 10. O fim da série para mim foi corrido e tumultuado, mais uma vez personagens foram adicionados, e outros mais importantes form deixados de lado: Tara e Sam (apesar de não gostar da personagem Tara). A coerência nesse final, ficou por conta de Eric e Pam, que desde o primeiro capítulo disseram para o que vieram! Bill porém, acabou por se render ao seu lado mais humano, mais moral, e, bem, terminou como desejava. Sookie teve um final pouco provável e inesperado. Vai ficar um tempo na minha cabeça a canção que abre a série! Muito legal! E também devemos lembrar que True Blood ganhou um Emmy e um Globo de Ouro. Esperando ansiosa por Game of Thrones e Penny Dreadful.
25 julho 2014

Está acontecendo em San Diego nos EUA, mais uma Comic-Con. John Logan, escritor de Gladiador e SkyFalls, e agora, Penny Dreadful, diz que após 'colocar as peças no tubuleiro' na temporada 1, ele vai se dedicar a deixar a trama e os personagens vitorianos do século 19 mais complexos (oba!). Segundo ele, agora que o quadro maior está pintado, ele pode 'brincar' mais com cada personagem. O que acontecerá na 2a. temporada? Por enquanto, ele escreveu dois capítulos. Nos EUA, faz pouco mais de 1 mês que a série acabou de forma surpreendente. Ele deu essa entrevista no sala 20 do Centro de Convenção de San Diego, em companhia de alguns atores, como Josh Hartnett, Harry Treadway e Reeve Carney. Ele disse ainda que, se voltar a Comic-Con em 2015, trará mais pessoas,além dos ausentes Timothy Dalton e Eva Green. Sobre quem ele trará, ele não respondeu, disse apenas que haverá mais criaturas e personagens centrais que farão parte da série. Logan não quis comentar sobre Penny Dreadful ser a nova sensação em termos de seriados, e se limitou a falar que na 2a. temporada o foco será uma vilã (Madame Kali), ao contrário do vampiro na 1a. temporada. Não querendo dizer mais nada sobre o que virá, Logan acrescentou que 'Uma das razões pela qual me interessei pela série é que escrever para a tv é bem diferente do que para o cinema ou teatro, pois, eu estou sempre no set de filmagens, e posso editar o que escrevo, conforme converso com os atores'. 'É um novo desafio e estou aprendendo todos os dias. Obrigado ao meu patrão David Nevins por ter me dado essa oportunidade, e pelo suporte que tenho, caso contrário, com certeza, não haveria a 2a. temporada', Logan ri. O seriado foi concebido por ele há alguns anos, e após conversar com o parceiro e produtor Sam Mendes (que também produz Skyfalls), ele foi finalmente escolhido pela Showtime em janeiro de 2013. 'A segunda temporada para mim, será mais uma forma de brincar, pois eu já conheço as vozes na minha cabeça, e sei exatamente onde quero levar meus personagens, onde quero desafiá-los' ele diz sorrindo.

Logan e a ausente Eva Green

 Logan e Josh Hartnett

 Personagens principais da 1a. temporada

21 julho 2014
A nova coleção outono inverno 2014 de Alexander McQueen revela o gótico romântico com roupas fantásticas! Steven Klein, fotógrafo britânico foi quem tirou essas fotos da modelo Edie Campbell em companhia de cavalos. A coleção foi inspirada na floresta da Bela e a Fera, com sua fauna e flora noturna. As roupas são lindas de viver! E dá lhe renda, tricô, plumas, etc. Detalhe, a modelo é montadora profissional de cavalos. Chega de papo e vamos às fotos, todas de direito autoral do fotógrafo e do estilista.





Gostou, então linke

Copie links, e não posts. Plágio é crime (art. 184 do CP). Citar ou linkar é cool, plagiar ou copiar não. Lembre-se, quanto mais você linka, mais os outros te linkam!
Estamos todos na sarjeta,
mas, alguns de nós olham as estrelas
(Oscar Wilde*)
Carregando...

Traduza/Translate

social


Wanna subscribe, and receive updates news? Follow me at the blog, or at social places. Quer assinar o rss do GB? Receba as atualizações no seu e-mail. Ou ainda, se preferir, me siga nas redes sociais.

Join Our Newsletter

*Assine o GB e leia no seu e-mail!*

We Respect Your Privacy"

Popular Posts

Publicidade no GB


Em média, + de 1.000 pessoas visitam o GB por mês!
Está interessado em anunciar aqui?
Basta entrar em contato comigo via e-mail.


Aqui tem

geral (31) ilustração (22) gótico (18) vampiro (16) biografia (14) cinema (14) séries de tv (14) design (12) arte de (11) música (11) arte gótica (9) poesia (9) literatura (8) memes (8) cartoon (7) cultura (6) suspense (6) HQ (5) eu quero (5) fashion (5) literatura gótica (5) notícias (5) poema (5) banda (4) letras (4) morte (4) zumbis (4) cantora (3) mistério (3) GB news (2) campanha (2)

Visualizações de página