26 julho 2011

Amy, é preciso morrer para viver?

foto do site http://mtv.uol.com.br/

Amy Winehouse morreu no dia 23 passado. É impressionante, como de repente, todo mundo conhecia Amy intimamente, ouvia e gostava das músicas dela, sabia exatamente o que ela passava em sua vida, era muito amiga (o), dela, etc, etc, etc. Coisas de reportagens baratas e fáceis, ou dos que querem seu minuto de fama, bem ao gosto do público ávido por notícias, qualquer que sejam elas. Nesse momento, podemos nos comparar com urubus em volta da carniça. Não conhecia, nem tinha ouvido falar da cantora Amy Winehouse, até ouvir o cd Back to Black na casa do meu irmão mais velho, cd esse que simplesmente peguei emprestado e não devolvi mais! Porém, a carreira de Amy já tinha começado antes, no primeiro cd de nome Frank. Quando ela fez show no Brasil bem que eu quis ir, mas não deu. Infelizmente, a morte dessa talentosa cantora já era esperada. Ela foi internada, mas saiu da clínica de reabilitação (quem não conhece, que vá ouvir Rehab ok). Seus cds triplicaram a venda desde sua morte, o mesmo já aconteceu com Michael Jackson, Kurt Cobain e tantos outros na mesma posição. Agora, uns atacam, outros afagam, nossa raça humana sempre vai se posicionar contra ou a favor de alguém ou alguma coisa, é fato... Como persona humana, Amy jogou fora sua persona artística, ou será que foi a persona artísitica quem acabou com a porção humana de Amy? É triste, pois não se vê muitas Amys por aí, é tanto lixo e porcaria que a mídia quer nos empurrar goela abaixo com canções vazias, e sem letras! São verdadeiras as palavras de Renato Russo quando diz que:

É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã, porque se você parar prá pensar, na verdade não há.
Share:

2 comentários:

  1. A primeira vez que vi Amy foi num programa do canal E! uns 2 ou 3 meses antes de ela se tornar conhecida aqui. Era uma entrevista e ela só falava "I don´t care" o tempo inteiro, completamente desinteressada. Me atraiu a estética e as tattos.
    PORÉM nunca gostei da música dela. É boa? É! Mas não faz meu gênero.

    Eu só te digo uma coisa: eu não gosto de gente que GENUÍNAMENTE tem talento e joga ele fora! Acho revoltante. Um talento lindo, único. Jogado fora!

    Eu realmente prezo e admiro quem se esfoça pra viver e não para morrer.

    Bjs,
    Sana

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Isso é totalmente verdade! Esse mundo está de pernas pro ar, só reconheceram o grande talento da cantora após a morte dela... Eu já ouvia as músicas de Amy e ela tinha um talento inigmável! E vou continuar ouvindo SEMPRE, apesar de meu gosto pra músicas ser um pouco diferente...

    Bjs, Rose

    ResponderExcluir

Comente sobre o post, discorde, opine, mas sem insultos! Comentário fora do assunto do post será removido.
Sobre parceria: deixe recado na page Linkbutton por favor.

Comment about the post only, take your opinion, but without insult! Comments off the category will be deleted.
Partner: leave a message at Linkbutton page please.

Text Widget

Gostou, então linke

Copie links, e não posts. Plágio é crime (art. 184 do CP). Citar ou linkar é cool, plagiar ou copiar não. Lembre-se, quanto mais você linka, mais os outros te linkam!
Estamos todos na sarjeta,
mas, alguns de nós olham as estrelas
(Oscar Wilde*)
Join Our Newsletter

*Assine o GB e leia no seu e-mail!*

We Respect Your Privacy"

Arquivo do blog