08 março 2012

Gothicbox: Dia Internacional da Mulher! De novo?


É, pois é, mais um dia internacional da mulher! Quem me conhece de outros posts em antigos e excluídos blogs, sabe bem que eu não vejo o porquê em se comemorar tal data. Prá quem não sabe, vou citar o motivo pelo qual surgiu a mesma. A real data, que não é nada feliz, e dispensa comemoração, ocorreu em 8 de Março de 1857, para prestar uma homenagem às 129 operárias mortas num incêndio provocado por policiais, enquanto protestavam por melhores condições de trabalho numa fábrica de tecidos de Nova Iorque, EUA. O que queriam aquelas mulheres? Nada mais que a diminuição da jornada de trabalho de 14 para 10 horas diárias e o direito à licença-maternidade. Isso lá no século 19. Atualmente, existem tantas leis que asseguram, ou pelo menos deveriam assegurar às mulheres direitos iguais aos dos homens. De verdade, não precisamos de leis especifícas porque somos mulheres! Basta que sejam seguidas as leis que estão aí. Infelizmente, na teoria tudo é muito lindo e até poético, mas a prática em pleno século 21, mostra uma realidade que ninguém comenta, ou se comentado, vem com um quê de hipocrisia: apesar de certas conquistas (não nego) e de sermos maioria no planeta, continuamos na maior parte como pessoas de segunda classe. Ontem, li notícia que no Brasil, uma nova lei aplicará punição à empresa que pagar salário menor à mulheres que desempenham cargo ou função igual aos homens! Se já existe uma lei de equiparação salarial, qual a necessidade prática de outra lei para aplicação de multa só em relação às mulheres? Cada vez mais somos colocadas num canto, numa redoma, merecedoras de cuidados especiais, afinal somos mulheres, o sexo frágil, coitadinhas! Coitadinhas?! Sou totalmente contra isso! Sabe o que eu agradeço? Ter encontrado homens que gostam que eu tenha um cérebro, e que o use. Cuidar dos homens ou de seus estômagos por obrigação? Me poupe! Se faço isso é porque gosto, e quando estou à fim. Parabéns mulheres, parabéns pelo quê? Se prá você basta ser lembrada 24 horas de um dia, então, vai curtir seu dia feliz! Ah, sabe que lei eu gostaria que fosse aprovada? Toda empresa tivesse creche para que a mulher não precise abdicar da maternidade ou da carreira, sem se sentir culpada. Porque isso sim é que é barra!
Share:

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. A igualdade não existe, então a lei trata de forma desigual os desiguais para que se tornem iguais. É o que acontece com as cotas. Também acredito que a mulher não precise de leis especiais, exceto quanto à violência doméstica, que é alarmante no caso das mulheres.

    ResponderExcluir
  3. Esse ano não tive motivação para fazer um post em homenagem ao dia, porque não vejo sentido em comemorar algo que dia a dia é depreciado. As conquistas ficaram no passado e as mulheres que deitam em berço esplendido, só fazem regredir a causa 'feminina" - Sim, feminina e não feminista.
    Mas lógico que pode participar da blogagem e com qualquer blogue que queira.
    Bom fim de semana!! Beijus,

    ResponderExcluir

Comente sobre o post, discorde, opine, mas sem insultos! Comentário fora do assunto do post será removido.
Sobre parceria: deixe recado na page Linkbutton por favor.

Comment about the post only, take your opinion, but without insult! Comments off the category will be deleted.
Partner: leave a message at Linkbutton page please.

Text Widget

Gostou, então linke

Copie links, e não posts. Plágio é crime (art. 184 do CP). Citar ou linkar é cool, plagiar ou copiar não. Lembre-se, quanto mais você linka, mais os outros te linkam!
Estamos todos na sarjeta,
mas, alguns de nós olham as estrelas
(Oscar Wilde*)
Join Our Newsletter

*Assine o GB e leia no seu e-mail!*

We Respect Your Privacy"

Arquivo do blog